A importância das soft e hard skills para o profissional da indústria farmacêutica

Por Egle Leonardi e Júlio Matos

A indústria farmacêutica é um campo complexo e dinâmico, que exige uma combinação de soft skills (comportamento e habilidades sociais) e hard skills (conhecimentos técnicos) dos profissionais para garantir a eficácia e segurança dos medicamentos, bem como a eficiência dos processos de produção e desenvolvimento. Em termos de soft skills, a comunicação eficaz é fundamental, pois os profissionais precisam ser capazes de explicar conceitos complexos, de forma clara, aos colegas, aos gestores e a outras partes interessadas que podem não ter a mesma expertise técnica.

De acordo com a Gerente de Desenvolvimento de Produtos – Portfólio do Grupo Cimed e professora do CDPI Pharma, Adryana Duarte, se a comunicação é uma área a ser aprimorada, buscar cursos e mentoria especializada pode ser uma escolha sábia. Expor-se a situações desafiadoras que demandam essa habilidade, como apresentações públicas, também é uma boa forma de crescimento.

Adryana conta que, ao aspirar à gestão, identificou a necessidade de melhorar suas habilidades de comunicação e oratória. Investiu em cursos e buscou orientação de profissionais experientes nessa área. Além disso, confrontou seu medo ao se expor em situações que exigiam comunicação, desenvolvendo gradualmente confiança e segurança.

“É fundamental compreender que o desenvolvimento da carreira é um processo contínuo, que requer foco e determinação. Cada passo deve ser planejado detalhadamente, com a consciência clara dos objetivos e dos meios para alcançá-los. Assim, é possível avançar em direção às posições desejadas na indústria farmacêutica, construindo uma carreira sólida e gratificante”, destaca Adryana.

A capacidade de trabalhar em equipe é igualmente importante, já que os projetos frequentemente envolvem equipes multidisciplinares que necessitam de colaboração, compartilhamento de conhecimento e apoio mútuo.

O pensamento crítico é outra habilidade indispensável, permitindo que os profissionais analisem situações, identifiquem problemas e encontrem soluções eficazes com base na avaliação de dados e informações.

A gestão de tempo é essencial devido aos prazos rigorosos e múltiplos projetos que exigem priorização de tarefas e manutenção da produtividade. Segundo Adryana, a gestão de tempo é um tema amplo e desafiador, especialmente na indústria farmacêutica. Os profissionais enfrentam agendas intensas, repletas de reuniões e responsabilidades, tanto para liderar equipes como para cumprir suas próprias tarefas. Além disso, é muito importante equilibrar essas demandas com os demais papeis no âmbito pessoal, garantindo qualidade de vida.

“Para uma gestão de tempo eficaz, é fundamental estabelecer prioridades claras e definir metas semanais e diárias. Organização é a chave para direcionar o tempo de forma produtiva. No entanto, é importante reconhecer que imprevistos são inevitáveis, especialmente na indústria. Portanto, reservar espaços na agenda para lidar com essas situações é essencial”, comenta Adryana.

Hard skills

Quanto às hard skills, os profissionais devem possuir um conhecimento técnico profundo em áreas como química, biologia, farmacologia, bioquímica e biotecnologia, compreendendo os princípios de formulação de medicamentos, processos de fabricação e regulamentos da indústria. Competências em pesquisa e análise de dados são essenciais, incluindo habilidades em estatística, bioestatística e o uso de software de análise de dados.

O conhecimento das normas regulatórias, como as estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Food and Drug Administration (FDA) e a European Medicines Agency (EMA), é fundamental para garantir a conformidade e a aprovação dos medicamentos. Habilidades em gestão de projetos ajudam a coordenar eficazmente as várias etapas do desenvolvimento de medicamentos, garantindo que sejam concluídos dentro do prazo e do orçamento.

Segundo o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Cimed e professor do CDPI Pharma, Júlio Rossi, por exemplo, é possível migrar de uma área inicialmente voltada para a qualidade para outra focada em pesquisa, mantendo o interesse pela análise.

A estabilidade também é uma característica marcante da carreira farmacêutica, especialmente na indústria. Mesmo em momentos de crise econômica, o setor farmacêutico continua a crescer consistentemente. Isso se reflete no aumento contínuo de vagas e na expansão dos cargos disponíveis, desde analistas até diretores e vice-presidentes.

Soft skills X hard skills

O equilíbrio entre soft skills e hard skills é essencial para o sucesso na indústria farmacêutica. Profissionais bem-sucedidos combinam conhecimento técnico com habilidades interpessoais, permitindo uma colaboração eficaz e uma abordagem ética no desenvolvimento e produção de medicamentos.

A contínua educação e desenvolvimento profissional são fundamentais para se manter atualizado com novas tecnologias e regulamentações, garantindo que os profissionais possam contribuir de maneira significativa para a saúde pública.

“Por que as competências comportamentais são importantes no desenvolvimento da carreira? Porque somos seres humanos e, como tal, estamos intrinsecamente conectados. Não há ação isolada; tudo está interligado. Nosso comportamento fala por nós, muitas vezes mais do que nosso cargo ou título. A postura e atitude podem abrir ou fechar portas profissionais”, afirma a Head de Gente e Gestão do CDPI Pharma e consultora em Gestão de Talentos, Debora Duarte.

Portanto, compreender o comportamento é essencial. Grande parte da maneira de agir é moldada pelo subconsciente, crenças, medos e experiências passadas. Tudo isso se torna repertório interno, refletindo em ações. Atualmente, Debora considera uma das habilidades mais importantes para qualquer profissional, independentemente da área, a capacidade de resposta diante das situações.

“Responder, não reagir, é onde entra a inteligência emocional. Não se trata apenas de controle, mas de consciência sobre como empregar as habilidades e reconhecer aquelas que podem limitar ou impulsionar o crescimento. Essa consciência é fundamental para determinar a resposta do indivíduo em cada situação”, afirma Debora.

Pós-Graduação em Indústria Farmacêutica – Conceitos, Aplicações e Atuações

As soft skills  e hard skills  exigidas pela indústria farmacêutica fazem contribuem para a forma como o profissional irá fazer a sua gestão de carreira. Esta é uma das disciplinas da Pós-Graduação em Indústria Farmacêutica – Conceitos, Aplicações e Atuações, do CDPI Pharma, que busca capacitar profissionais para uma visão sistêmica e habilitá-lo para atuar neste segmento. O curso oferece um conteúdo generalista e específico como base do conhecimento para a atuação nas diversas áreas do segmento.

“Um importante diferencial dessa pós-graduação é que o conteúdo é ministrado por profissionais altamente qualificados e atuantes nas maiores indústrias farmacêuticas instaladas em território nacional e dentro da Anvisa. Diante da experiência dos orientadores, o curso traz, tanto os requisitos técnicos e regulatórios, como conceitos de liderança e gestão que serão desenvolvidos, exemplificados e aplicados”, fala o diretor do  CDPI Pharma e do Ephar – Instituto Analítico, Poatã Casonato.

Por meio de um conteúdo prático e atual, essa pós-graduação apresenta ferramentas essenciais para que os profissionais tenham a base do conhecimento de toda a cadeia, como: concepção do projeto, determinação dos materiais e insumos, desenvolvimento do medicamento, controles químicos e biológicos, processo produtivo até a comercialização e marketing do produto final.

A Pós-Graduação em Indústria Farmacêutica – Conceitos, Aplicações e Atuações inicia no dia 27 de julho. Mais informações e inscrições AQUI.

Se você ainda não está trabalhando na indústria, mas quer se preparar para atuar nessa área, tão desafiadora e rentável, saiba mais sobre nosso Curso Superior de Gestão, Tecnologia e

Produção Industrial, clicando AQUI.

Participe do nosso grupo de WhatsApp para receber notícias relacionadas à indústria farmacêutica. Clique aqui e faça parte do seleto grupo CDPI Notícias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *